sábado, 19 de maio de 2012

Jane Austen a Vampira - Michael Thomas Ford

Este é o livro que transforma autora em personagem.
A renomada escritora Jane Austen agora é dona de uma livraria, e está revolta por não receber direitos autorais e pelo uso indevido de sua obra, e porque nenhuma editora se interessa por seu “novo” livro.
Quando ela, que mudou o nome para Jane Fairfax, consegue ser publicada novamente um fantasma de seu passado ressurge, aquele que a transformara em vampira, Lord Byron, com quem ela tivera um romance e que a abandonara séculos atrás.
Para consegui-la de volta ele ameaça seus amigos Lucy e Walter.
Além desse problema, Jane tem que enfrentar Charlotte Brontë, uma ressentida rival no mundo literário, que também é uma vampira. Esta acusa Jane de ter roubado sua história e pretende acusá-la de plágio.
Bom, daí a história segue o curso com um pouco de ação, ação esta que se faz pouco presente na história, o que contraria a tendência contemporânea do romances vampirescos recheados de lutar e dramas adolescentes.
Na verdade, apesar de Jane ser uma vampira, nesse livro o vampirismo não é nada mais do que um coadjuvante. O tema central é o romance, tipicamente Austen, que se revela muito mais humana do que vampira.

2 comentários:

  1. O livro é legal mesmo? Porque os da Jane Austen constumam ser chatos...

    ResponderExcluir
  2. Sim, é escrito em um estilo diferente.

    ResponderExcluir